"Caminhais em direção à solidão. Eu não, eu tenho os livros." Marguerite Duras

20
Out 15

A Equipa Educativa da BE realizará, no próximo dia 26 de outubro mais uma edição do Bibliopaper, destinado a alunos matriculados no sétimo ano de escolaridade.

Deixamos aqui o regulamento do Bibliopaper.

Regulamento do Bibliopaper

26 de outubro de 2015

 

Artigo 1º - Objetivos

  1. O Bibliopaper é um jogo onde se procura, de uma forma lúdica, dar a conhecer e valorizar a Biblioteca da Escola Secundária das Laranjeiras, e desenvolver a capacidade de procura e leitura de livros, e resolução de questões, bem como a destreza e rapidez de resposta.
  2. O Bibliopaper pretende fomentar o convívio entre alunos e desenvolver o espírito de equipa.

 

Artigo 2º - Promotor

  1. O promotor desta atividade é a Equipa Educativa da Biblioteca Escolar da Escola Secundária das Laranjeiras
  2. Esta atividade enquadra-se no Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar.
  3. O Bibliopaper decorrerá no dia 26 de outubro, na Biblioteca da Escola, no bloco das 10 horas e 15 minutos às 11 horas e 45 minutos, podendo ser necessário a utilização do bloco das 12 horas às 13 horas e 30 minutos (consoante o número de equipas inscritas).

 

Artigo 3º - Destinatários

  1. Alunos do 7º ano, matriculados na Escola Básica e Secundária das Laranjeiras.

 

Artigo 4º - Concorrentes

  1. Devem ser constituídas equipas.
  2. Cada equipa terá entre 3 e 4 elementos.
  3. Cada equipa terá que apresentar um nome.

 

Artigo 5º Inscrições

  1. As inscrições são efetuadas junto ao Diretor de cada turma.
  2. A inscrição é feita através do preenchimento de uma ficha de inscrição que deverá ser entregue na Biblioteca.

 

Artigo 6º - Questionário

  1. O questionário do Bibliopaper será entregue aos participantes no momento da partida, havendo até três itinerários de percurso.
  2. As equipas terão 20 minutos para percorrerem o itinerário e responderem ao questionário.
  3. O questionário contém a descrição do percurso.
  4. O questionário a que os concorrentes deverão responder é composto por:
  5. a) Perguntas sobre o funcionamento da Biblioteca.
  6. b) Perguntas sobre livro(s) de literatura portuguesa.
  7. c) Perguntas sobre livro(s) de literatura inglesa.
  8. d) Perguntas sobre livro(s) de literatura em francês;
  9. e) Perguntas sobre livro(s) de História.
  10. f) Perguntas sobre sítios da internet

 

Artigo 7º - Partida e controlo

  1. A partida será dada na entrada da Biblioteca da Escola Secundária das Laranjeiras e cada equipa terá 20 minutos para realizar o percurso.
  2. Haverá controlo horário de partida para que se possa calcular o tempo realizado por cada equipa.

 

Artigo 8º - Pontuações e penalizações

  1. No âmbito da prova serão consideradas as seguintes pontuações:
  2. Cada resposta correta – 5 pontos.
  3. Cada resposta incompleta – 2 pontos.
  4. Cada resposta incorreta – 0 pontos.

 

Artigo 9º - Desclassificação

  1. Será desclassificada toda a equipa que:
  2. Danificar os livros ou equipamento da Biblioteca.
  3. Cometer qualquer fraude tendente a falsificar o espírito do presente regulamento

 

Artigo 10º - Classificação Final

  1. A classificação final será o somatório dos pontos obtidos por cada equipa no questionário e os vencedores são atribuídos em função do maior número de pontos
  2. Em caso de empate vencerá a equipa que tenha realizado o percurso em menor tempo.

 

Artigo 11º - Observações

  1. Cada equipa deve trazer esferográfica de cor preta ou azul.
  2. Os questionários serão preenchidos em plataforma moodle num dos computadores da biblioteca.
  3. Os participantes aceitam ser fotografados, sem qualquer reserva, para posterior divulgação da atividade, seja no Blogue da Companhia dos Livros e na página da Equipa Educativa da Biblioteca Escolar, do jornal Açoriano Oriental.

 

Artigo 12º - Prémios

  1. A cada elemento das equipas não vencedoras será atribuído um certificado de participação.
  2. Cada membro da equipa vencedora receberá um certificado de vitória e uma obra literária de acordo com ano de escolaridade em que se encontram matriculados.
  3. Os resultados do Bibliopaper serão divulgados às 10 horas do dia 28 de outubro de 2013 no blogue da Biblioteca Escolar – companhiadoslivros.blogs.sapo.pt e na porta de entrada da Biblioteca.

 

Ponta Delgada, 15 de outubro de 2015

O Coordenador da Equipa Educativa da Biblioteca Escolar

 

(Jorge Manuel Medeiros Costa Marques)

publicado por companhiadoslivros às 11:05

14
Out 15

Marlon James foi o vencedor do Man Booker Prize pelo seu romance A Brief History of Seven Killings, que aborda a tentativa de assassinato do famoso cantor da Jamaica Bob Marley, aliás o premiado é natural deste país das Caraíbas.

A Brief History of Seven Killings, segundo o presidente do júri, Michael Madeira, "É um romance policial que se move para além do mundo do crime e nos leva a uma história de que sabemos muito pouco".

Até 2013 este prestigiado prémio era apenas atribuído a autores que escreviam em língua inglesa do Reino Unido, Irlanda, Commonwealth e Zimbabué, mas desde esse ano que a atribuição foi estendida a .autores de todas as nacionalidades.

Marlon James foi o 50.º vencedor do Man Booker Prize desde que o prémio foi instituído em 1969.

Muitos parabéns ao vencedor!

 

Marlon James, o vencedor do Man Booker Prize 2015

 

O romance premiado, publicado pela Oneworld Publications (Grã-Bretanha)

 

 

publicado por companhiadoslivros às 00:54

13
Out 15

António Tavares foi o vencedor do Prémio literário Leya com a sua obra O Coro dos Defuntos, cuja história decorre entre os anos de 1968 e 1975, na Cova da Beira.

O autor agora premiado já havia sido finalista em 2013, com o romance As Palavras que me Deverão Guiar um Dia, publicado sob a chancela da Teorema.

 Segundo palavras de Manuel Alegre, presidente do júri, Antóno Tavares Venceu o prémio Leya devido à "escrita muito madura que recupera a vivência rural". Alegre destacou, também, a diversidade de personagens realistas e simbólicas, típicas e insólitas, num estilo que sabe combinar matizes tradicionais atuais da língua portuguesa.

O júri do concurso foi constituído pelos escritores Manuel Alegre, Nuno Júdice, Pepetela e José Castello, pelo professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra José Carlos Seabra Pereira, pelo reitor do Instituto Superior Politécnico e Universitário de Maputo, Lourenço do Rosário, e pelaa professora da Universidade de São Paulo Rita Chaves.

Muitos parabéns ao vencedor!

 

António Tavares, Prémio Leya 2015

 

Romance do autor, finalista do Prémio Leya em 2013

 

 

publicado por companhiadoslivros às 15:06

08
Out 15

A escritora Bielorrussa Svetlana Aleksievich foi a galardoada com o Prémio Nobel da Literatura 2015.

As suas obras são todas não ficconadas e por isso surpreende a atribuição deste prémio pela Academia Sueca, pois só por outras três ocasiões tal ocorreu (Theodor Mommsen, 1902; Bertrand Russell, em 1950 e Winston Churchill, em 1953).

A Secretária Permanente da Academia Sueca, Sara Danius, justificou a decisão "pela sua escrita polifónica, um monumento ao sofrimento e à coragem no nosso tempo".

Em Portugal só existe publicado um livro desta escritora O Fim do Homem Soviético – Um Tempo de Desencanto, que foi publicado em abril deste ano sob a chancela da Porto Editora. Está para ser publicado, em 2016, a obra As Vozes de Chernobyl (título ainda provisório), que assinala os 30 anos daquele desastre na Ucrânia.

Muitos parabéns à autora.

 

Svetnana Aleksievich

Capa da única  obra publicada no nosso país

 

 

 

publicado por companhiadoslivros às 14:21

06
Out 15

A escritora e antiga professora Lídia Jorge venceu o prémio Urbano Tavares Rodrigues, intituído pela Federação Nacional de Professores (FENPROF), com a sua obra Os Memoráveis.

 

O júri considerou que o romance da escritora premiada “constitui uma assumida marca de cidadania ao trazer a Revolução de Abril de 1974 para as páginas de uma obra literária, cuja intensidade de linguagem e mestria narrativa, conjugada por uma hábil técnica compositiva, faz dela uma notável presença na literatura portuguesa contemporânea”.

 

Lídia Jorge é uma escritora multipremiada, tendo já recebido o Prémio Dom Dinis, o Grande Prémio de Romance e de Novela da Associação Portuguesa de Escritores (APE) e o Prémio Jean Monet de Literatura Europeia, entre outros.

 

A escritora Lídia Jorge

 

Capa da obra Os memoráveis, publicada com a chancela da D. Quixote

 

 

 

publicado por companhiadoslivros às 13:04

01
Out 15

Desde 1975 que o International Music Council, uma instituição fundada pela UNESCO, em 1949,  instituiu o dia 1 de outubro como o Dia Mundial da Música.

Os principais objetivos da celebração do Dia Mundial da Música são:

  • Promover a arte musical em todos os setores da sociedade
  • Divulgar a diversidade musical
  • Aplicação dos ideais da UNESCO como a paz e amizade entre as pessoas, a evolução das culturas e a troca de experiências.

 E tal como disse Friedrich Nietzsch, "A vida, sem música, seria um erro."

A Equipa Educativa da BE deseja a todos um excelente Dia Mundial da Música!

 

publicado por companhiadoslivros às 00:29

Outubro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO