"Caminhais em direção à solidão. Eu não, eu tenho os livros." Marguerite Duras

10
Out 13

Foi atribuído, hoje, em Estocolmo, o prémio Nobel da Literatura à escritora canadiana, de 82 anos, Alice Munro.

 

No discurso de anúncio do prémio foi destacado que este foi atribuído à “mestra do conto contemporâneo”.

 

O primeiro livro publicado por Alice Munro data de 1968 e intitula-se Dance of the Happy Shades, mas nunca foi publicado no nosso país.

 

A nova prémio Nobel tem quinze coletâneas de histórias curtas e 5 coletâneas de contos publicadas e muitas delas traduzidas em vários idiomas, entre eles o Português.

 

 A sua última obra é um tributo à vida que viveu. Amada Vida, de 2012, foi escrita quando estava num período de saúde débil e por isso Munro achava que esta iria ser a sua última obra. Esta obra está traduzida e publicada em Portugal sob a chancela da Relógio d’Água.

 

Alice Munro sucede, assim, ao escritor chinês Mo Yan, tornando-se a centésima décima laureada e a décima terceira mulher a ser agraciada com este prémio que foi instituído em 1901.

 

Alice Munro

Alice Munro

 

 

Amada Vida, última obra da escritora

Amada Vida, última obra da escritora
publicado por companhiadoslivros às 21:37

Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

14
16
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO